.

.

sábado, 14 de janeiro de 2017

O que é religião verdadeira?

A religião pode ser definida como “crença em Deus ou deuses a serem cultuados, geralmente expressada em conduta e ritual” ou “qualquer sistema específico de crença, adoração, etc., geralmente envolvendo códigos éticos.” Bem mais de 90% da população mundial adere a alguma forma de religião. O problema é que há tantas formas diferentes de religião.

Qual é a religião verdadeira? O que é religião verdadeira?

Os dois ingredientes mais comuns em religiões são regras e rituais. Algumas religiões são essencialmente nada mais do que uma lista de regras, de faça e não faça, que alguém tem que observar para ser considerado um seguidor fiel daquela religião e, portanto, justificar-se com o Deus daquela religião.

Dois exemplos de religiões que são baseadas em regras são o Islamismo e Judaísmo. O Islamismo tem os cinco pilares a serem seguidos. O Judaísmo tem centenas de comandos e tradições a serem observados. As duas religiões, até um certo ponto, clamam que através da obediência de suas regras alguém pode ser considerado justo diante de Deus.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Quando Parece Não Ter Jeito, Ainda Assim Há…

“O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.”  (Sl. 121.2).

Quando tudo parece não ter mais jeito, quando não se sabe mais o que fazer, quando encontra-se em pleno deserto, a vida parece está constituída sob areias movediças, os problemas são como tempestades, surgem por todos os lados, parece até que o sol escaldante vai derreter os neurônios, a resposta é; Crê!

Mais crê no que, ou em quem, já que não se ve saída para mais nada?
Crê no alto existente que se revela, Crê naquele que pode mudar o tempo e as estações, Crê naquele que faz existir aquilo que não existe, Crê no único que pode mudar toda essa situação.

Daí você pode perguntar; onde encontrar essa pessoa ou este Ser que possa me ajudar diante tantas dificuldades?
É fácil, Ele está dentro de você! É isso mesmo, a solução para todos os seus problemas está dentro de você, tão quanto uma pérola dentro da ostra, você só tem que chamar pelo o seu nome. Deixa eu te explicar; vejamos, há dentro do teu ser um mistério, você é uma caixa no qual está armazenada a solução para toda a sua vida, seria como você tivesse um joia preciosa e guardasse-a desde o seu nascimento, você a tem, porém, a sua memoria não consegue lembra-se disso, por você não lembrar-se, passa por aperto.

Animo ! Reaja ! Não fique caído !

1)- Porque sete vezes cairá o justo e se levantara. Pv. 24. 16. Davi caiu e se levantou. Deus nosso Pai esta no caminho à nossa espera. Levante e a vá a Ele.

2)- Deus animou a Elias dizendo: Tem 7 mil que não adoraram a baal, você não esta só, a obra precisa continuar levante-se coma e continue sua obra.

3)- Deus te diz em Prov 24:10 : Se te mostrares frouxo no dia da angustia as suas forças serão poucas. Você nunca estará só, Deus é contigo sempre.

4)- Veja os sofrimentos de Paulo II Cor 11; 23 a 27. E ele sempre saía animando as igrejas e disse: nosso leve e momentânea tribulação e a nossa então ?

5)- Leia o livro dos mártires que morreram para que nós pudéssemos ter Cristo agora, queimados, jogados na fogueira, torturados, apedrejados e eu chorando ?

6)- Lembra dos amigos de Daniel na fornalha ardente?Disseram se Deus quiser ele nos livra e nos livrará e senão não adoraremos a seu deus oh rei, isto é fé.

7)- Lembra de Daniel ameaçado de morte continuou a orar 3 vezes ao dia, foi jogado na cova dos leões e nada aconteceu, os inimigos dele foram estraçalhados.

Conquistando o Melhor de Deus

“Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra. ”  (Is. 1.19) O segredo para possuir o melhor vindo de Deus é a obediência, em todo os tempos nunca alguém que obedeceu as diretrizes de Deus não viu o seu poder manifesto.

A obediência é o fator principal que nos conduz para uma vida de vitórias, aquele que aplica o seu coração em ouvir a voz de Deus, certamente terá a provisão de Deus em sua vida e viverá por longos dias; Vida longa de dias está na sua mão direita; e na esquerda, riquezas e honra. (Pv. 3.16)

Aquele que obedecer as leis do seu criador verá a sua gloria resplandecer, ainda nos acrescenta a palavra do Senhor, Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.  (Sl. 91.16). Aquele que teme ao Senhor, tem por promessa Dele, riquezas e honras aqui na terra e moradia eterna nos Céus.

A Esperança de Um Novo Amanhã

“Antecipei o cair da noite, e clamei; esperei na tua palavra.” (Sl. 119.147)

Tudo em nossa vida está baseado no que nos cremos, por mais dificultoso que seja o nosso caminhar, de certa forma, podemos determinar nosso futuro, dai você pode me questionar o futuro não pertence a Deus?

Logicamente, mais o que quero te dizer, é que, se eu proponho dentro de mim, estudar para medicina, e, assim eu faço, não tem como eu não me tornar uma médica, assim acontece com qualquer outra função, é igual eu plantar sementes de milho certamente eu irei colher as espigas daquelas sementes, impossível colher outro fruto, logo, entendo que; se eu planejo coisas boas para a minha vida, se eu desejo coisas boas para o meu próximo, se eu auxilio na formação de uma sociedade digna, se eu contribuo com o honesto e justo, certamente terei fruto de progresso e paz.

Nota o homem sincero, e considera o reto, porque o fim desse homem é a paz (Sl.37.37), então, eu posso desenhar meu futuro. Eu só não terei certeza que irei usufruir do meu plano, porque a vida pertence a Deus.Porque não sabe o que há de suceder, e quando há de ser, quem lho dará a entender? (Ecl.8.7)
.

O jardim da vida

Quais são as sementes que você tem no coração? Quais são as plantas que nasceram neste solo e que tem tornado o seu viver pesado?

Comparando nossa vida a um jardim, como ela está hoje? Esse jardim pode ficar melhor?

Existe uma da frase que diz: “Não existe vento favorável para quem não sabe aonde quer chegar”. De fato, pra quem não sabe o que quer, não existe uma ideia boa, não tem uma pregação que sirva para alguma coisa, não tem uma música bonita que faça bem e produza vida. Pra quem não sabe o que quer nada serve, tudo cai numa vala, tudo cai num buraco sem fundo porque não há perspectiva na vida. Então não há nada que podemos falar que a pessoa considere importante e que vai ajudá-la a chegar em algum lugar, até porque essa pessoa não tem planos nem perspectiva na vida.

Se você não tem sonhos e metas, fica difícil identificar o que pode ser bom ou ruim. Se você olha pra vida e não tem perspectiva de nada, então não há nada que alguém possa fazer para te ajudar. 

Muitos vivem num eterno “deixa a vida me levar”. Mas será que esse “deixa a vida me levar” é uma boa meta e boa perspectiva para a nossa vida? Essa frase é irresponsável. Deixar a vida nos levar pra onde? Pra que lugar? Não podemos deixar a vida nos levar. Quem deixa a vida levar jamais pode reclamar da onde a vida foi parar. Alguns dizem: “Eu não gostaria que a minha vida viesse parar aqui!”. Mas o que essa pessoa fez para que a vida não parasse aonde parou? Se não fez nada e abandonou a vida, então não tem o direito reclamar. Por que não adianta reclamar? Porque você não lutou contra, não remou contra e apenas deixou o barco ir embora. 

Interessante é ver que quando as coisas dão errado, muitos crentes dizem: “Não sei o que Deus está querendo me dizer”. Essas pessoas nunca consultaram a Deus pra nada, e quando as coisas dão errado dizem: “Estou tentando entender agora qual vontade de Deus”. A vontade de Deus é que você pense, que você seja uma pessoa mais responsável, e não seja inconsequente deixando a vida te levar de qualquer maneira. Mas Deus respeita a nossa liberdade e nossas escolhas.

Se você largar a vida não reclame da onde ela vai parar, e também não coloque Deus no final dos processos como o culpado, como se tudo Deus tivesse um propósito e que geralmente Ele usa de coisas ruins para ensinar a gente. 

Existe uma lei na física, a lei da termodinâmica que diz: “As coisas deixadas por si só tendem a se desorganizar”. Ou seja, aquilo que é largado não se organiza, o que é abandonado não fica melhor. Você trabalhou para ter um bonito jardim na sua casa, se ficou bonito é porque teve trabalho, houve envolvimento do jardineiro com o jardim. Mas se você largar o jardim e não der proteção, entrará praga e destruirá tudo. Assim é a vida, deixada por si só não se organiza, mas se desorganiza.

O poeta Mário Quintana disse: “O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você”. O poeta está comparando a nossa vida com um jardim e é a nossa função cuidar desse jardim. A nossa função não é amarrar as borboletas e trazê-las na força, mas é cuidar do jardim. Um jardim bem cuidado fica bonito, é inspirador, e vale a pena passear por entre ele. Esse princípio também se aplica as outras dimensões da vida. Se não cuidarmos do corpo, da saúde, do casamento, das amizades, e deixarmos ao ‘Deus dará’, a tendência é tudo se desorganizar.

O JARDIM
O texto que lemos de Gálatas nos incentiva a cuidarmos do jardim, que é vida. Esse texto nos convida a dar as mãos para Deus e fazer uma parceria e compromisso com Ele para cuidarmos bem do jardim (vida). A proposta da verdadeira espiritualidade bíblica é uma proposta que tem Deus, tem oração, tem submissão aos valores do reino de Deus, tem uma transformação de vida. Mas não há transformação sem a nossa participação. A nossa vida pode ser transformada sim, mas isso não acontece sem o nosso envolvimento. Nada vai acontecer na nossa vida se não nos dispusermos a cuidar do jardim.

Pensando metaforicamente com o texto de Gálatas que diz que “aquilo que o homem plantar ele vai colher”, podemos dizer que “aquele que não cuida do solo e não escolhe a semente, não pode reclamar da qualidade do fruto”. Então precisamos prestar atenção qual é o solo, como está o solo, e quais são as sementes que estamos jogando neste solo. Quem não faz esse exercício não pode reclamar da qualidade do fruto. Muitos não cuidam do solo nem da semente, e quando vem o fruto que não queriam, logo dizem: “eu preciso descobrir qual é a vontade de Deus”. A vontade de Deus é que cuidemos do solo e da semente. 

Se você estiver plantando sementes boas, sementes de paz, fique tranquilo, não há o que temer. Quem sabe o que está plantando de bom não tem medo da colheita, pois ele sabe o que quer, pra onde vai e aonde quer chegar. O que é que você deseja para sua história de vida? Quais são os seus planos? 

CULTIVANDO O JARDIM
É verdade que diversos fatores podem interferir ou ter interferido na pessoa que você é hoje. Mas também é verdade que isso tudo não precisa definir a sua vida inteira. As sementes ruins que colocaram em você não precisam definir quem você é. Sabe por quê? Porque planta ruim a gente arranca e mata. O solo é teu e você pode fazer o que quiser com ele. Cuidado, alguém pode ter plantado algo ruim em você e você pode estar cultivando isso. De repente lançaram a semente da amargura no seu coração e você está dando vasão a isso, e essa semente vai crescer e te vencer se não for arrancada a tempo. 

Santo Agostinho disse: “Você não pode impedir que um pássaro pouse em sua cabeça, mas pode impedir que faça ninho”. Não temos como impedir um pássaro pousar na nossa cabeça, mas se ele vai construir um ninho nela aí já é um decisão nossa. Ideias perniciosas, pensamentos ruins, projetos horrorosos, todos nós temos, eles aparecem na nossa cabeça e não tem como evitar. A questão é quando a gente permite que essa ideia horrorosa construa um ninho na nossa cabeça e comece a dominar a nossa vida. 

A grande mensagem do reino de Deus é que qualquer que tenha sido a plantação que aconteceu dentro de você pode ser destruída e pode ser feita uma nova. O momento difícil que você está enfrentando, você pode arrancar e fazer de novo. 

Quais são as sementes que você tem no coração? Quais são as plantas que nasceram neste solo e que tem tornado o seu viver pesado? Por que você não arranca as sementes ruins que foram lançadas no seu jardim? Há vários tipos de sementes, e somos nós que iremos escolher quais delas darão frutos em nós.

Um verdadeiro Sal na Terra

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.”  (Mt. 5.13)

Suponhamos que fôssemos convidados para um grande banquete, e se, nos fosse posta uma mesa maravilhosa com todos os tipos de manjares, e, se fosse nós mesmos a nos servirmos, certamente a cada um de nós iría escolher as comidas mais saborosas, aquelas que os nossos olhos olhassem, e, o nosso apetite desejasse. Se, ali houvesse algum tipo de comida que já tivéssemos degustado, e que gostamos, logo, seria um dos primeiros itens a compor nosso prato. Se também, houvesse outra que, apesar de ainda não termos experimentado mais que, simpaticamente ficamos satisfeitos com sua aparência, com certeza iríamos colocar um pouco, tudo no ensejo de saber qual é o seu sabor, justamente porque, novidade provoca sedução.

Porém, apesar de todas essas delicias ao nosso alcance, após todo o trabalho de nos deslocarmos dos nossos lugares, competir com outros para nos apossar dos nossos alimentos favoritos, e quando, nos assentarmos pronto para ingerir, imaginando estar ali algo que irá satisfazer nosso desejo faminto, se quando, trouxermos a primeira garfada a nossa boca, tivermos a insatisfação em saber que o cozinheiro esqueceu-se de colocar o fundamental, o precioso Sal, automaticamente, o nosso paladar irá reprovar o que viu tão belo os nossos olhos.

Notícias Online